sexta-feira, 2 de outubro de 2009

"Dia 01 de Outubro . . . Lembramos do idoso. . . !!!


Escolheram um dia para lembrar do idoso , como tem dia para tudo . . . mas ao longo do tempo uma imagem da velhice foi criada e difundida pelos meios de comunicação.

Ser idoso já significou dependência, saúde frágil, ociosidade. Problemas no tocante à aposentadoria e a sobrevivência foram destaques em assuntos da terceira idade.

Hoje ser idoso é diferente ... com a implantação do Estatuto do Idoso visando os direitos e benefícios ressaltados em toda sua grandeza e seriedade , inicia-se um nova forma de respeito e tratamento no que se refere à velhice.

Todas as especialidades de profissionais têm se preocupado em adaptar seu trabalho de forma a atender a essa fase da vida, já que o número de idosos aumenta consideravelmente e a quantidade de anos vividos também está em constante ascensão.

Falar em qualidade de vida é o mesmo que falar em terceira idade e nos dias de hoje , vivemos novos costumes e hábitos . Exercícios físicos, cursos, atividades de lazer, novas funções dentro da família: temas que não eram preocupações dos velhos são, agora, questões comuns no seu dia-a-dia.

Criação de programas dentro da sociedade visando a recolocação do idoso na família, seja auxiliando no cuidado com a casa e os netos ou mesmo contribuindo financeiramente para o sustento familiar, somado a oferta do mercado de produtos e serviços próprios para atender a ocupação dessa parte da população.

A mídia vem constantemente apresentando programas e notícias que abordam a terceira idade . Esses programas tem dado a terceira idade a condição de resistência , saúde e atividades que antes não existiam , mas havia o respeito de se dar lugar aos mais velhos em qualquer ocasião. Hoje existe um grande desrespeito , principalmente nos transportes urbanos "na hora do ranch" onde se observa jovens que lhes faltam talvez visão, educação, cultura, bem não importa o que falta , mas o fato é que o idoso vai em pé enquanto o jovem ocupa o seu lugar, sem a menor cerimônia , e não está nem aí , fecha os olhos e vai escutando o seu MP3 e o idoso que se aguente firme. Quem que preserva o direito constante no Estatuto do Idoso. . . senão o próprio cidadão não importando a idade que tenha ...!!!

"O ancião merece respeito não pelos cabelos brancos ou pela idade, mas pelas tarefas e empenhos, trabalhos e suores do caminho já percorrido na vida."


Se meu andar é hesitante e minhas mãos trêmulas, ampare-me...
Se minha audição não é boa e tenho de me esforçar para ouvir o que você está dizendo, procure entender-me...
Se minha visão é imperfeita e o meu entendimento é escasso, ajude-me com paciência...
Se minhas mãos tremem e derrubam comida na mesa ou no chão, por favor não se irrite, tentei fazer o melhor que pude...
Se você me encontrar na rua, não faça de conta que não me viu, pare para conversar comigo, sinto-me tão só...
Se você na sua sensibilidade me vê triste e só, simplesmente partilhe um sorriso e seja solidário...
Se lhe contei pela terceira vez a mesma "história" num só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me...
Se me comporto como criança, cerque-me de carinho...
Se estou com medo da morte e tento negá-la, ajude-me na preparação para o adeus...
Se estou doente e sou um peso em sua vida, não me abandone, um dia você terá a minha idade...
A única coisa que desejo neste meu final da jornada, é um pouco de respeito e de amor...
Um pouco... Do muito que te dei um dia !!!

(Autor Desconhecido)

11 comentários:

  1. Irene,
    muitos parabéns pelo excelente post que aqui nos trouxe.
    É pertinente focar este e outros assunto de máxima importância e que passam totalmente despercebidos como se não existissem na vida de muita gente!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  2. OI AMIGA, VIM TE CONVIDAR PRA COMEMORAR COMIGO 1 ANO DE MEU BLOG!PEGUE O SELO QUE TE DOU COMO LEMBRANÇA!!!!!!!!!!!!

    AGUARDO SUA VISITA!

    BJS

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da postagem, é um assunto que devemos trazer a tona sempre, pois as pessoas esquecem que um dia serão idosas - e entender que ser idoso não é o fim, decadência, mas apenas uma nova fase, onde "talvez" o ser humano possa ser realmente quem ele é, sem rodeios, sem preocupação, simplesmente viver com liberdade!
    Sobre minha postagem sobre "Delacroix", realmente vc pegou direitinho a alma do artista - e quando ele fala dos amigos, é justamente aquele ponto crucial o qual, estamos sempre vivendo papéis, e nem sempre a verdade...entende?! Que bom que vc gostou! Obrigada pelo comentário, mto bem feito.
    Bjos.
    Waleria Lima.

    ResponderExcluir
  4. Irene

    Serei dos poucos a conseguir suplantar a primeira encarnação e êxito, diria total, daí: daniel milagre - Como já fiz trinta anos (2 vezes), permimito dizer: nos tempos que correm, nunca nos podemos considerarmo-nos velhos, fazendo com que o espírito se mantenha actualizado.
    Falar do passado, como algo estimulante, nunca nostálgico.
    Aproveito e como ficas, de todo, convdida tenho no meu - "amigos selinhos" um que podes ir repassar:

    http://amigosselinhos.blogspot.com/
    Saudações,
    Daniel

    ResponderExcluir
  5. Um texto reflexivo e cheio de alertas aos nossos olhos discriminatórios. A velhice chegará para todos e precisa deixar de ser sinônimo de rabugice, caduquice, e outros termos pejorativos que escutamos desde criança. Creio que aqueles que tratam os mais velhos com impaciência e indiferença, devem fazer o mesmo com pessoas de qualquer idade. Intransigência é sombra na alma. Tratar com respeito os que já não tem a vitalidade e dinamismo de antes é questão de educação (ou falta dela). Espero que esta visão deturpada, aos poucos dê lugar ao carinho, compreensão e respeito, que todo idoso merece, assim como pessoas de todas as idades. **Um ótimo texto, sem dúvida, pena o autor não ter sido identificado. **bjos amiga e ótimo final de semana*

    ResponderExcluir
  6. Passando para deixar meu carinho e te oferecer um Selinho do meu Blog 'Palavras Soltas' espero que aceite!

    Uma boa noite para você e um excelente domingo...Beijoss fica com Deus!

    ResponderExcluir
  7. Irene,
    Disse bem, um lindo texto, não posso reclamar desta minha terceira idade, estou de bem com ela, todas as idades têm seus encantos, como as estações. E vamos seguindo enquanto houver caminho e luz. Abraço/ney.

    ResponderExcluir
  8. Querida Irene, já conhece aquele poema do C.D.A. há muito tempo, mas não sabia que tinha titulo. Pesquisei na Internet e não descobri... Se tiver melhor sorte, avise.
    Um bom Domingo, cheio de paz.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Irene que bom esta de volta, quantas saudades aqui esta cada vês mais bonito
    Querida obrigada pelo carinho fiquei tão feliz em ver O mundo Infantil em sua coluna rs
    Mais infelizmente estou com um probleminha no arquivo dele ficarei um tempinho sem
    Postar lá, vou ver se consigo mudar ele para blogspot pois a uol tem deixado muito a desejar, quero que você tenha uma linda noite e também queria leva seu link e se você deixar Gostaria muito de postar em meu cantinho seus poemas claro com seus créditos! Ficarei Muito Feliz bjs em seu coração.

    ResponderExcluir
  10. Vim também aqui nesse lindo lugar que me deixa encantada para deixar meu carinho,quero te desejar um belo dia e um excelente Final de Semana!

    Beijoss fica com Deus!

    ResponderExcluir
  11. Oi Irene, tudo bem com vc?
    Hoje estou passando rapidinho, só pra dizer que tem um selinho mto bonitinho lá em meu espaço para vc.
    Bjocas e bom finalde semana!
    Waleria.

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails