terça-feira, 14 de dezembro de 2010

" Eu, aquela mulher . . .


Eu sou aquela mulher a quem o tempo muito ensinou.
Ensinou a amar a vida e não desistir da luta,recomeçar na derrota,renunciar as palavras e pensamentos negativos.
Acreditar nos valores humanos.
E ser otimista.
Creio na força imanente que vai gerando a família humana, numa corrente luminosa de fraternidade universal.
Creio na solidariedade humana, na superação dos erros e angústias do presente.
Aprendi que mais vale lutar do que se recolher tudo fácil.
Antes acreditar do que duvidar.


(Autora: Cora Coralina)



imagens e tema aqui

18 comentários:

  1. Linda escolha,Irene.Cora é maravilhosa!beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  2. Irene minha cara, que delícia encontrar aqui hoje Cora Coralina, sou fã dessa mulher inspiradíssima.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga Irene,
    Um texto sábio e mais do que bem escolhido para esta quadra em que a fraternidade é sempre lembrada!
    Carinhos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Irene querida
    A última frase dela é muito marcante.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Irene!


    Vim avisar que estou saindo de férias do Jardim e que só volto no mês que vem.
    Desejo que seu Natal seja abençoado e repleto de paz, e que Deus lhe abençoe constantemente no ano de 2011.

    Deus seja sempre contigo!
    Um beijo no coração!

    http://www.youtube.com/watch?v=aiE5wJjwn68

    ResponderExcluir
  6. Irene,

    Cora Coralina sabe como ninguém usar as palavras para descrever algo tão belo quanto os sentimentos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Amiga querida Irene!

    Sim, tu és mesmo esta mulher!
    Mesmo que a autora seja Cora Coralina é a ti que vejo em cada palavra.

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi flor!
    Que coisa mais linda!
    Beijinhos.

    Flores e Luz.

    ResponderExcluir
  9. Ele testemunhou diversas primaveras
    com botões eclodindo em fragrâncias e tonalidades,
    colheu manhãs azuis, diáfanas, suaves,
    envolvido pela brisa perfumada.

    Fátima Guerra

    Beijos & Flores & Poesia...M@ria

    ResponderExcluir
  10. Mas porque raio vejo em tudo
    A musica sempre presente
    Porque umas vezes me faz triste
    Outras me deixa contente?

    E fui cantador de prosas sem rima
    E fui tenor de palavras sem sentido
    Cantei invenções e perdidos sonhos
    E nisto não fui um cantador contido

    Cantei-te a vida que vivi
    As coisas que me fazem sofrer
    Neste palco ninguém morre
    No aplauso julguei esquecer...


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  11. Querida Irene!

    Venho deixar-te o link directo para a minha nona morada.
    Estranho a tua ausência, estou noutra morada mas na mesma Casa do Rau de sempre, de braços abertos para acarinhar os meus amigos queridos.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga Irene!

    Obrigada pelo carinho.
    Sei que a época não nos dá tempo para tudo, queixo-me do mesmo :)
    Saberei hoje se preciso de mais exames médicos ou não.
    Dir-te-ei mal saiba. Obrigada pelo teu cuidado.

    O meu pobre mas sentido poema é teu!
    Usa-o como e quando quiseres.

    “O que sempre dou e peço…

    Aos meus inimigos, perdão
    Aos meus amigos, o coração
    A todos, um ombro amigo e amor.
    Para mim, respeito!”



    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Eitáaaaaaa! que linda mulher!

    Parabéns mulher linda!

    Beijos e afaguitos

    Joana Campos

    ResponderExcluir
  14. Irene,

    Natal é amizade.
    A harmonia nos une como uma família presente.
    A vida é muito especial como o amor da paz e da fé.
    Dê o melhor, para obter o melhor
    Amor e paz ... não importam os diamantes, a pedra mais valiosa é o AMOR!
    Feliz natal e um ano novo repleto de felicidade, amor e paz.
    Abraços !

    Deus seja contigo.

    ResponderExcluir
  15. IRENE..
    vim agradecer seu carinho, suas orações e palavras de força e fé.
    vc é muito especial pra mim.
    te agradeço do fundo do meu coração.
    as coisas estão melhorando por aqui...
    ando em falta com vc por conta de tudo, mas aos poucos estarei mais presente.
    tenha dias maravilhosos.
    esse texto da cora é lindo e tem muito a ver comigo neste momento.
    vc é mesmo uma sábia mulher.
    te admiro.
    bjuivos no seu coração.
    loba.

    ResponderExcluir
  16. Sem nexo
    Vou virando a página
    Reescrevo a história
    Pra apagar da memória
    Os sonhos que vivi...

    Márcia Cristina M

    Beijos & Flores no seu dia! M@ria

    ResponderExcluir
  17. Irene doce anjinha, quando fiz a poesia : A outra, eu estava triste, sonhando utopias, tentando imaginar de mim uma mulher como descreveu a Coralina...
    Uma mulher forte, decidida, deixando de lado a negatividade das coisas, e acreditando que o bom do estar por vir, é possível!
    Adoro sua visita no meu blog.
    Deus te guarde :)

    ResponderExcluir
  18. Adoro Cora coralina!

    Vim te desejar feliz natal e dizer que gostaria de te conhecer pessoalmente em 2011. Tomara que seja possível!

    bjs

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails