quarta-feira, 2 de junho de 2010

"2o. LUGAR - Minha Participação -12a. Edição projeto Palavras Mil"


"A PORTA PARA O CÉU"

    Foto retirada do Tumblr

Quantas histórias sobre Portugal, principalmente de Lisboa, havia escutado de meus saudosos pais.
Quantas vezes minha mãe falava da vontade de retornar a sua cidade natal, Lisboa, e poder rever os lugares onde nasceu e viveu sua infância, sua juventude.
Como se encantava ao descrever sobre a cidade de Sintra , onde conhecera meu pai, e quanta emoção ela transmitia - era como se ali fosse o mundo encantado onde viveu seu conto de fadas.
Infelizmente ela não conseguiu realizar o seu sonho, mas deixou em meu coração e nas fotos que guardei, uma descrição tão viva que acredito ser capaz de contar sua história como se a tivesse vivido.
Fechando os olhos poderia imaginar cada detalhe daquela pequena vila cercada de lindas casinhas, bosques amenos, castelos imponentes e fontes de água natural. Tudo parecia ter sido construído com total perfeição que vislumbrava sua beleza aos olhos de quem a visse.
Uma das fotos mostra um Vilarejo com uma rua estreita , com fileira de casinhas e com suas sacadas cheia de flores lindas e desabrochando dando vida ao lugar.
Parecia estar ouvindo a voz de mamãe contando :
- Um lugar muito pitoresco – a tranquilidade dos moradores, na maioria simpáticos velhinhos sustentados por bengalas de madeira, a calmaria do trânsito nas pequenas ruelas, o delicioso croissant do barzinho escondido perto da praça, os pombos a namorar Ah, namorar… Sintra era um convite ao romance. Sintra exalava amor.
Dava uma pausa , pegava a sua xícara de chá e saboreava um gole como se estivesse pegando fôlego e continuava:
-Era muito fácil mesmo nos perdermos naquela vila pequena. E o pior é que raramente se via alguém para pedir indicações, tudo era um mistério…mas era tão gostoso andar no meio dessas casinhas cheias de primaveras, portas e janelas de colorido tão vivo.
Estou aqui envolta nessas recordações que agora fazem parte de meu sonho, de um dia estar indo a Portugal e ver de perto tudo que está na minha imaginação.
Onde vou chegar? Tudo deserto. Tudo em silêncio. E os moradores?
Viajo seguindo por caminhos desconhecidos , mas tão reais. A rua é longa e estreita e parece que chegando ao final dela está a Porta para o Céu.
*Escrito por Irene Moreira*

Vejam a postagem original na  "Vitrine de Sonhos"
Participação na 11a. Edição - "Medo dessas crianças"  -  1º Lugar 



5 comentários:

  1. Tua participação foi maravilhosa e mereceste o pódio,mais uma vez!beijos,lindo dia e JUNHO!chica

    ResponderExcluir
  2. "Quem não é capaz de entender o silêncio de um
    amigo também nunca há de compreender suas palavras.
    Escutar é muito mais difícil do que falar e olhar."

    Piet Van Breemen


    BOM FDS.....Beijos & Flores!! M@ria

    ResponderExcluir
  3. Tem selinho aqui prá voceeeeeeee
    com carinho meu.

    É o primeiro do lado direito.
    "Caminhos Poéticos"

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Parabéns! Muito bem merecido!
    Continue nos brindando com seu trabalho sério.
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  5. Minha Querida Amiga Irene,
    mais que merecido o prémio recebido. A sua narrativa para quem tão bem conhece e conheceu Sintra revela o Amor que sua Mãe viveu nessa terra que, infelizmente, não conseguiu reviver! Quando vier a Portugal terei muito gosto em ser seu cicerone pois sei que irá gostar de visitar Sintra e seus mistérios!
    Um beijinho amigo.

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails