domingo, 10 de abril de 2011

" Meninas vaidosas "

Meninas vaidosas que carregam a pureza de um anjo, que sonham em andar de salto alto, em usar roupas coloridas, lindos chapéus e bolsas que carregam tudo que precisam para se enfeitarem.

Que continuem sendo meninas por algum tempo e brinquem sem maldade.

Que fiquem longe do mal, da violência para que não carreguem o medo em seus corações.

Que Deus as proteja de qualquer ato insano para não destruir essa inocência enquanto ela poder sobreviver.

" Faça coisas simples de forma simples "
 
Desliguei a TV para não mais ver e ouvir o que machuca e dilacera o meu coração. Preciso relaxar e dar tempo para que as feridas cicatrizem e as famílias e vítimas possam se recuperar de tão grande dor.
A mídia é necessária, mas não precisa repetir tantas vezes a mesma coisa. Quer IBOPE então use outro tipo de mídia, mas pare com esse marketing da morte. Uma  tragédia que já criou um clima pesado, um mal-estar, o luto, a depressão em que o assassino de Realengo mergulhou um país inteiro.  

18 comentários:

  1. Irene querida,

    As vezes é melhor nem assistirmos TV.
    Quando eu morava no Brasil, a minha Tv do quarto ficava meses desligada. Eu preferia filmes, livros e alguma coisa que me acrescentasse algo mais.
    Essa tragédia já nos machucou bastante na gravidade dela, e a mídia fica realmente ganhando ibope com esse terrível sofrimento. Não leio mais sobre isso.
    No dia que aconteceu, eu li toda a matéria. Fiquei chocada, passei mal e quase desmaiei. Tenho quatro netos no Brasil em idade escolar, e mesmo que não tivesse, são brasileirinhos compatriotas que eu amo.
    Essa sua linda mensagem, é um alento para os nossos corações, quanta sensibilidade você tem pra essas coisas.
    "Que Deus as proteja de qualquer ato insano para não destruir essa inocência enquanto ela poder sobreviver". Amém!

    ResponderExcluir
  2. Irene,também não aguento mais ouvir sobre isso.

    Triste, mas infelizmente não muda mais para as famílias que não precisam estar a toda hora vendo aquilo e sofrendo tudo novamente.

    Lindo teu texto!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Amiga querida,
    Infelizmente essa exploração da tragédia até à exaustão, feita sem o menor respeito pelos sentimentos e sofrimento dos envolvidos, é o comportamento habitual dos media.
    Por isso vejo muito pouca televisão...

    Temos que fazer uma prece sim...

    Mil ternuras solidárias

    ResponderExcluir
  4. Bom dia,Irene!!

    Lindo post!Sensível e delicado!
    Concordo, contigo, a imprensa exagera. Explora demais as dores e mazelas das pessoas, é impossível se sentir respeitado em sua dor, se te mostram a tragédia a todo o momento...Pra mim é falta de respeito, é colocar o dedo na ferida que está aberta! Não precisa disso!
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Irene
    A má formação humana resulta em muita agonia....
    O Cristo mais uma vez foi crucificado...
    Semana de muita inquietação e distintos sentimentos de Paixão...
    Bjs e excelente Domingo de paz e alegria.

    ResponderExcluir
  6. Vim agradecer a sua visita e vejo que tivemos o mesmo sentimento em frente a tragédia.
    Voltarei com certeza e sempre será bem vinda lá em "casa".
    abs
    Jussara

    ResponderExcluir
  7. De cortar o coração tudo isso!!! Fico sem palavras diante do seu jeito de se expressar Irene!!! A gente sempre espera que as meninas continuem sendo meninas por muito tempo e depois mulheres vê a vida delas indo embora assim... Meche com todos nós!!! E a midia podia parar com isso, já basta o luto na alma que estamos carregando néh?!?!

    ResponderExcluir
  8. Querida maninha Irene!

    Não tenho palavras para atenuar essa dor.
    É um crime hediondo, inqualificável, um verdadeiro horror.

    Beijinho doce.

    ResponderExcluir
  9. Irene, vim retribuir a visita, realmente a mídia explora muita o sofrimento alheio para ter audiência, mas a culpa é nossa que assisti tudo isso. Deixo o meu afeto.

    ResponderExcluir
  10. Realmente querida.
    Também achei que a repetição de algo que aind ame machuca muito, exagerada.
    Então fiquei pensando: e as famílias então? Não há necessidade de reviver essa desgraça que se abateu sobre eles e todos nós.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  11. Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe.

    Caio Fernando Abreu

    Amor & Paz na nova semana! Beijos meus...M@ria

    ResponderExcluir
  12. Tantas vítimas de um colapso social! Muita gente surtando mas não chegando a tanto extremo! Qual o limite para se aguentar privações?
    Fez bem em desligar a TV. Eu nem liguei!!
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  13. Que as meninas e meninos nossos possam ser crianças por mais tempo

    E que as meninas e meninos que sobreviveram àquele dia naquela escola possam ser crianças por mais tempo.

    A mídia é implacável com tragédias.
    É importante divulgar, apresentar, informar e desvendar. Mas tudo tem um limite. As vezes, simplesmente cansa.

    Bjos e esperança.

    ResponderExcluir
  14. Irene
    Eu também não quis ver o fantastico. Preferi meus livros e minhas oraçoes!
    Também desejo que nossas crianças continuem a viver num pais tropical abençoado por DEus no Rio de Janeiro e em todo o pais.
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  15. Concordo plenamente, Irene. E ainda hoje, comentando em outro blog, eu disse que a comoção alardeada mistura a verdade, dura e dolorida, a cenários de fantoches, sempre repercutidos por mídias descompromissadas com a ética, valores humanos e a cidadania (eu insisto). E quantos digerem com sabor de "saber" e de "compreender"!

    E é por aí...

    Meu carinho, Irene!

    ResponderExcluir
  16. É Irene, as crianças precisam ser crianças de verdade, por mais tempo.

    Você tem toda razão, a mídia informa, mas depois fica repetindo e fazendo todas as sensações possíveis para prender a atenção do telespectador que já está fragilizado com as notícias. Sem falar que serve de exemplo para que outros desequilibrados façam o mesmo.

    Xeros

    ResponderExcluir
  17. Boa Noite querida Irene, ah que post lindo... e o tema CRIANÇAS, é esse o segredo da vida, sermos eternas crianças. Que continuemos sendo meninas, meninos para sempre!

    ResponderExcluir
  18. Minha querida

    Não há palavras para tamanha tragédia, apenas uma oração.

    beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails