terça-feira, 13 de julho de 2010

" ROCK AND ROLL - Eu preciso dizer que te amo "



Vivi numa época de jovens cabeludos de roupas coloridas e com a esperança de mudar o mundo com idéias novas e pregando a paz e o amor. Esta foi a geração dos anos 60 - jovens que viram o ajuntamento de Woodstock para celebrar muito mais do que a nova música que já havia tomado conta do mundo, o rock.
Gritavam pela liberdade que nossos pais não tiveram - liberdades pessoais, de poder contestar os mais velhos, defendendo o amor livre descartando o casamento , a liberdade sexual e também o direito de usar droga em paz.
O fato é que a partir dessas idéias o mundo mudou. A paz e o amor pregados podem não ter prosperado do jeito que se pretendia, mas na certa hoje o mundo é outro, muito mais liberal , muito mais tolerante.
Posso dizer até que essa revolução teve sua parcela de contribuição na pregação de uma geração que queria mais liberdade, que desejava pensar por ela própria e adotar caminhos diferentes e menos tradicionais.
Hoje temos a oportunidade de influenciar o futuro, fazê-lo diferente, caminhando no sentido de um maior entendimento entre as pessoas, de conseguirmos a paz. As condições que temos são muito melhores do que dessa época e só ver que temos um planeta realmente interligado, vivendo o mundo da informação. Se a crença do Festival de Woodstock, dos hippies e dos anos 60 não mais persiste inteiramente, o que lá foi pregado acabou sobrevivendo na forma de um novo comportamento.
Na certa os jovens de hoje querem um mundo melhor, com mais liberdade, com entendimento, com paz. Querem construir o futuro e para isso tem que tomar atitudes como nos anos 60 mostrando que querem mudança, indo contra o conformismo. Rebeldia, o símbolo de uma geração, precisa ganhar um novo significado. E todos nós, rebeldes antigos ou novos, podemos dar nossa contribuição para a mudança. Agindo de alguma forma poderemos mostrar daqui há mais 40 anos, quando se olhar a história, que os anos iniciais do século XXI foram marcos de mudança e graças a isso nossos filhos e netos viverão em um mundo melhor.

Como boa carioca escolhi Cazuza  que todos já ouviram falar - foi um cantor e compositor brasileiro que ganhou fama como símbolo da sua geração como vocalista e principal letrista da banda Barão Vermelho. Sua parceria com Roberto Frejat foi criticamente aclamada. Dentre as composições famosas junto ao Barão Vermelho estão "Todo Amor Que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e "Bilhetinho Azul".


Cazuza tornou-se um dos ícones da música brasileira do final do século XX. Dentre seus sucessos musicais em carreira solo, destacam-se "Exagerado", "Codinome Beija-Flor", "Ideologia", "Brasil", "Faz Parte Do Meu Show", "O Tempo Não Pára" e "O Nosso Amor A Gente Inventa".

Cazuza também ficou conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico, tendo declarado em entrevistas que era bissexual. Em 1989 declarou ser soropositivo e sucumbiu à doença em 1990, no Rio de Janeiro.

Escolhi a letra de uma música que gosto muito que fala do amor o que nós todos precisamos dizer.

Preciso Dizer que te amo



Quando a gente conversa
Contando casos, besteiras
Tanta coisa em comum
Deixando escapar segredos
E eu não sei que hora dizer
Me dá um medo, que medo



Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
E eu preciso dizer que eu te amo
Tanto



E até o tempo passa arrastado
Só pra eu ficar do teu lado
Você me chora dores de outro amor
Se abre e acaba comigo
E nessa novela eu não quero
Ser teu amigo

É que eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto



Eu já nem sei se eu tô misturando
Eu perco o sono
Lembrando cada riso teu
Qualquer bandeira
Fechando e abrindo a geladeira
A noite inteira



Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto



(Cazuza, Bebel Gilberto, Dé )


Imagens google
Fontes :wikipedia e vidaesrteemcores

14 comentários:

  1. Olá Irene, então vivemos. Tive meus momentos de cabelos longos. E trazer Cazuza é homenagear um brasileiro que deixou muita saudade e sua discografia será eterna.

    Beijo pra vc.

    ResponderExcluir
  2. Linda homenagem e Cazuza está nas lembranças...beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá, vim te visitar e te oferecer um presentinho
    san

    ResponderExcluir
  4. PARABÉNS AMIGA PELA LINDA POSTAGEM.
    UMA CANÇÃO SUPER LINDA A DO CAZUZA.
    LINDO E BELO. SEMPRE POSTANDO COM MUITA DELICADEZA.
    UM GRANDE ABRAÇO.

    ESTE LINK É SEU..VEJA O QUE TEM LÁ.
    http://sandraandrade7.blogspot.com/2010/07/um-presente-para-voceirene.html
    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  5. COMO É BOM DIZER EU TE AMO.
    O AMOR É MUITO BELO E PURO. DE UMA SINGULARIDADE SEM FIM.
    UM FORTE ABRAÇO
    SANDRA

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga uma linda homenagem. O dia foi bem comentado e divulgado.
    Embora não ame de paixão o Cazuza gostei da sua escolha.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. irene querida,
    vivemos esta epoca então..e tenho otimas recordações..
    amei a homenagem ficou especial e viva cazuza...
    bjos.

    ResponderExcluir
  8. De fato, nós, jovens, devemos agradecer a esses rebeldes pelas lutas e todas as coisas conquistadas.
    Se rebelar através da música é algo louvável, que quase não se vê hoje em dia.

    Adoro essa música do Cazuza.
    "É que eu preciso dizer que te amo, te ganhar ou perder, sem engano...♫".

    Um abraço!
    Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  9. Minha Querida Irene,
    Também por cá passámos por esses momentos mas os cabelos não eram tão compridos e era a epoca dos "blusons noires" e da irreverência. Algumas coisas mudaram para melhor mas outras acabaram por fazer esquecer essas melhorias. Esta globalização e a crise por ela gerada faz-me sonhar novamente com esses tempos em que o sonho comandava a vida! Também amei e dancei o Rock and Roll. Foi uma epoca inebriante, a não esquecer!!!
    Um beijinho amigo.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Irene
    Foram gloriosos, os anos 60!
    Deixaram marcas na humanidade que ainda hoje perduram.
    Hoje os jovens não lutam com tanta garra porque encontraram "a papinha feita".
    Contudo, penso que hoje em dia há talvez motivos mais fortes para se lutar, porque as injustiças no mundo cada vez são maiores, e só pela luta forte se poderá alcançar um mundo melhor.

    Bom final de semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Você anda sumida, Irene!

    Os tempos são outros, é bem verdade, mas a juventude hoje ainda carece de maior criticidade, um pouco mais de ousadia nos enfrentamentos e utopias a serem perseguidas. E olha que, com tanta tecnologia à disposição, fica bem mais fácil soltar o grito!

    Abraços, Irene!

    ResponderExcluir
  12. "Amigos são flores plantadas ao longo
    do nosso caminho para que saibamos
    encontrar primavera o ano todo."

    (Letícia Thompson)

    Feliz Sábado e beijos na alma...M@ria


    Obs:Tem selinho aqui,um carinho prá voce!Leve-o.

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Irene,
    uma homenagem linda e perfeita. O mundo mudou é verdade, hoje aceitamos e respeitamos a diferença, embora ainda muito haja a fazer. O que por exemplo mais me assusta é a onda de violência que se faz sentir.

    Espero e desejo muito que o futuro dos nossos filhos seja risonho e tranquilo mas ás vezes tenho sérias dúvidas. Há valores primários aos quais já não se dá valor e se ignoram por completo.

    Deixo um beijinho amigo,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails