quinta-feira, 4 de agosto de 2011

" Falar de amor "



Olho nos meus olhos me despindo por inteiro
Para sentir o amor que bate forte dentro do meu peito.
Abro a porta do meu coração que de amor transborda
Que dentro de mim dá sentido a minha vida.

Um amor que me trouxe a este mundo
Que alimenta a minha alma em qualquer momento.
Um amor que me faz feliz, que me faz chorar
Que permanece vivo no meu coração a pulsar.

Falar de amor é voltar a ser criança
Mostrando a candura de sua inocência
No desejo de ser assim por toda a vida
Com a pureza em toda a sua essência.

Falar de amor é transbordar de alegria
Quando em seu ventre surge uma vida
Que brotou do amor com outra pessoa
Formando os Laços de uma família.

Falar de amor é ver ele se multiplicar
Enchendo a casa de netinhos a brincar
Agradecendo a Deus tanta felicidade
Por esses momentos de plenitude.

Falar de amor é um constante renovar
É sentir saudade do que se foi
Para estar sempre a recordar
E suas histórias poder contar.

Como em um jardim o amor floresce
Mostrando nos galhos o espinho que cresce
Criando feridas que marcam sua vida para sempre
Ensinando que esse sentimento a tudo sobrevive.

Com todo esse amor que tenho no coração
Do fundo da minha alma nasceu a inspiração
Para escrever em prosa e verso este poema
Deste sentimento que completa a minha vida.
      Irene Moreira

Minha participação na 1ª semana da nova fase


Tema da Semana
Os convido agora a falar de amor, o amor que vos vai no peito em sua essência.
Quero um espelho de vossa alma quando a inspiração é o próprio coração.

Blog Ediney Santana, Texto:
         Tatuagens

"Dois cântaros em vinho saliva que é tudo da tua alegria, matar a sede no teu corpo, teu corpo que guarda o meu. Havia ursos e dois pequeninos senhores sem libido a nos olhar corpos e sexo ali na praça.
Teu corpo minha tatuagem, roçar de suores, entre espaços me deixe vagamente no esperanto da tua poesia.
Com canivetes roubados das serpentes do inferno cortei você da minha pele, fiquei só em ossos, nu, mas feliz como quem rouba corações no recreio."

[...] Continua no blog...[Non, je ne regrette rien]

13 comentários:

  1. Tu falas de amor muito bem, pois ele mora em ti.Lindo,Irene!

    Por aqui, com a mãe, as coisas andando normalmente.Serão lentas e beeeeeeeeeeem demoradas, mas vão... Ela deverá ter atendimento especial após a hospitalização e vai para uma clínica pra isso.Depois vemos! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Irene!

    Não consigo ver a vida sem amor, parece que até nas frestas ele está contido.

    Um lindo fim de semana in family!

    Beijooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. Ah! no post do dia 03.08, mostrei um pouco da Jubiart real...

    Bj.

    ResponderExcluir
  4. Irene. Amor e criança, combinação perfeita. Deveríamos aprender mais com a simplicidade das crianças. Gostei. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. A alma exposta na plenitude da sua bela expressão.É este teu texto.Parabéns.paz.

    ResponderExcluir
  6. A beleza de um sentimento acrescentado por uma dádiva na escrita. Vc escreve com seu espirito, Irene. Lindo o texto.

    ResponderExcluir
  7. Irene
    Voce escrevu muito lindo sobre como se fala do amor.
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  8. Palavras que saíram do coração, Irene
    SEnti um arrepio neste verso...

    Como em um jardim o amor floresce
    Mostrando nos galhos o espinho que cresce

    é mesmo assim. E como a gente sofre principalmente na juventude que tudo parece ser o fim do mundo.
    parabéns.
    um bom final de semana e boa sorte querida

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Irene

    Um amor que me faz feliz, que me faz chorar
    Que permanece vivo no meu coração a pulsar.


    Entre tantos versos lindos recortei esse para meditar amorosamente... lindo poema!!!

    Bjs de paz e ótimo sábado azul

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema falando de amor, este sentimento mágico que jamais se esgota, como as palavras a descreve-lo, em cada poema, uma forma diferente pra nos encantar. Um ótimo domingo pra você, bjs.

    ResponderExcluir
  11. As escolhas fazem parte da Vida
    Há o tempo de semear e de colher
    Somos livres pra bem ou mal viver
    O amor é nosso ponto de partida.

    Neneca Barbosa

    Bom Domingo e feliz semana à todos!
    Beijos de coração prá coração...M@ria

    ResponderExcluir
  12. Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
    Conto com sua visita no nosso espaço.

    Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
    E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
    Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

    ResponderExcluir
  13. Falou do amor mais puro; do amor familiar, esse vinculado ao sangue e passado por gerações. Mas me assusto com o amor que sangra - amores insanos e intempestivos!
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails