sábado, 16 de outubro de 2010

"O NOSSO AMOR E UM MOMENTO EM FAMÍLIA"


Finalmente dei vozes aos sentimentos dentro de mim e falei tudo que estava guardado no meu coração, liberei as minhas emoções, me entreguei de corpo e alma a esse amor que estava adormecido dentro de mim.

Vitor o despertara de uma forma sublime, apaixonante aflorando desejos incontroláveis. Quando estávamos juntos nossos corpos eram tomados por ondas de calor e paixão e não havia barreiras entre nós. O tempo se encarregou de nos moldar um ao outro sem precisar de aulas ou ensaios. Vivíamos cada momento intensamente e nossos sentimentos ficavam a cada dia mais forte. Nossas vidas se uniram numa entrega total superando medos, dúvidas e ansiedades. Não havia cobranças, nem planos, existiam dias serenos, alguns mais agitados com olhares franzidos, mas nada que tirasse nossa felicidade.

A preocupação com os estudos continuava, pois tínhamos nossos compromissos de faculdade e estágio que tomava um grande tempo. Qualquer folga que tínhamos estávamos grudados um no outro. Falávamos muito sobre o que queríamos para o nosso futuro profissional e num desses papos o Vitor falou da vontade de se especializar no exterior. Ouvi com atenção, mas no fundo meu coração ficou bem apertadinho imaginando esse sonho se tornar real. Quando tinha esses pensamentos procurava logo mudar o papo porque, em tempo algum, não incluíamos um ao outro em nossos planos futuros.

Será que era uma forma de nos proteger? Será que era uma incerteza com relação aos nossos sentimentos? Com essa vida agitada não sobrava muito tempo para conversar com a mamãe sobre esses questionamentos. Ela até que reclamava dizendo que agora não tinha mais tempo para a família, que a minha vida era só do Vitor. Corria para abraçá-la, beijá-la e sorrindo dizia para não ficar com ciúmes que o meu amor por ela era o mesmo. Prometia sairmos juntas e colocarmos o papo em dia, mas sempre surgia algum compromisso com o Vitor.

Os avós do Vitor estavam completando cinqüenta anos de casados e haveria uma missa em comemoração e depois os familiares se reuniriam para uma festa na fazenda de seus pais em Minas Gerais. Claro que tinha sido convidada e estava nervosa, pois iria conhecer seus pais, seus familiares e seria o centro das atenções o que não me deixaria muito à vontade. Por outro lado estava feliz em estar do seu lado nesse momento de comemoração familiar e procurava me controlar para não sonhar alto demais.

Chegamos pela manhã na fazenda e o Vitor correu para me apresentar aos seus pais e avós. Que família linda ele tinha e como foram tão carinhosos ao me conhecerem. O Sr. Vitor, nome do pai também, foi logo dando as ordens ao capataz para subir com nossas malas. A manhã foi corrida, almoçamos e depois de um breve descanso fomos nos arrumar para a missa que seria às seis horas da tarde. Combinei com o Vitor que assim que estivesse pronta o encontraria na varanda que ficava em frente da casa.

Quando cheguei à varanda o Vitor já estava lá, elegante e charmoso como sempre, e ao me ver, olhou de uma forma que cheguei a ficar encabulada e um calor invadiu o meu corpo que não deu para disfarçar. Carinhosamente veio ao meu encontro, me abraçou e nos beijamos apaixonadamente. Ele ainda me abraçando disse que estava linda e que era a mulher mais bonita da festa. Afastou-se até a mesa e pegou um arranjo de flores lindas e me entregando disse:
- Colhi no jardim especialmente para você e saiba que cada uma delas representa um pedacinho do meu amor por você.
Peguei as flores e sorrindo o abracei e beijei me sentindo nas nuvens tamanha era a alegria que sentia e meu coração transbordava de amor por ele.

Saímos de mãos dadas caminhando pela fazenda em direção a Igreja onde em poucos minutos começaria a missa. Queria aproveitar cada minuto desses momentos e deixar o tempo se encarregar de nossas vidas. Como era bom estar amando e ser amada. Como era bom sentir sua presença, seu carinho, seu calor, seu cheiro sempre pertinho de mim. Esse final de semana ficará marcado em minha vida para sempre.



Autoria *Irene Moreira

Participação 15a. Edição

"Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?"
(Fernando Pessoa)


***Para os que acompanham as minhas participações no In Verbis comecei a contar uma história que vem continuando em cada edição como um novo capítulo. Cada participação tem um conto diferente , mas o personagem é único e vem se desenvolvendo conforme vão  surgindo as fases de sua vida.*** Para lerem desde do início  deixo os links das postagens anteriores ***  Capítulo I - O Internato  / Cápítulo II - O meu regresso"  /Capítulo III - Um sonho de amor na primavera" / Capitulo IV - A festa de aniversário 

Imagens google /meme




27 comentários:

  1. Minha querida Irene!

    Vim só para te deixar um abraço apertadinho e um beijão enorme.
    Estou exausta hoje e já é muito tarde.

    Quero ler tudo devagar, saborear a tua bela prosa.
    Voltarei logo.
    Sabes que volto!

    Li por aí coisas tuas, em comentários lindos, que me emocionaram.

    Sou feliz por te ter, amiga!

    Beijooooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Irene que barato essa sua participação e obrigada pelo esclarecimento quanto a personagem. Eu nãi tinha me dado conta. Vou reler com esse olhar.
    Viver um dia de cada vez, sem expectativas, sem planos e de repente quando menos vemos, as almas estão entrelaçadas de tal maneira, que nada mais precisa ser planejado. As almas já organizaram a festa e o futuro!
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  3. Como é bom quando a vida caminha assim.
    Seu conto vai amadurecendo com a personagem.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Querida parabéns pela suas postagens. Passando para lhe desejar , um ótimo domingo a vc.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que maravilha.
    Acabei acompanhando tudo.
    Excelente domingo para vc.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  6. Tinha perdido um capítulo.
    Já me actualizei.
    Muito interessante.
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  7. Linda postagem amiga.

    Um lindo domingo pra vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  8. irene
    E uma personagem?
    Mas pensei que estava nos contando a beleza do amor!
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  9. Li este conto, pela 1ª vez.

    Adorei e prometo que vou voltar para ler os capítulos anteriores.

    A curiosidade mata, dizem mas aqui acho que não se aplica.

    Beijosssss

    ResponderExcluir
  10. Que maravilhoso deve ter sido esse fim de semana...
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Irene querida, que história sensível...gostei muito!
    Eu tenho aparecido pouco aqui, "no mundo dos blogs", por falta de tempo mesmo, mas também , porque ao fazer o facebook, terminei por utilizá-lo muito para postar pequenos textos e pensamentos e tbm o uso como uma espécie de twinter...ehehehehh
    Como a vida está meio corrida, foi a forma que encontrei de ficar conectada aos amigos e continuar externando minhas emoções e opiniões! Sinto falta de alguns amigos e amigas maravilhosos desse nosso universo blogueiro. Vc é muito especial para mim, amiga! Bj grande no seu coração e se for para "àquelas bandas", adicione-me, pois o link está lá "onde o tempo não pára"! Nereida

    ResponderExcluir
  12. Ah! O seu blog está lindíssimo... Bjs. Nereida

    ResponderExcluir
  13. Bonito conto Irene
    volto pra ler os capítulos anteriores
    por ora deixo abraços e votos de boa semana

    ResponderExcluir
  14. Ah que lindo!
    Vou ter que voltar para ler os capitulos anteriores, pensei até ques e tratava de sua historia de amor.

    Me esclareça isso amiga, pode ser, virei acompanhar todos daqui pra frente, nem que seja de madrugada, KKK

    Beijos

    Joana Campos

    ResponderExcluir
  15. Permita-me, primeiro Irene, agradecer-lhe o carinho e generosidade lá no Caminhar! E o acróstico ficou lindo, principalmente porque denota carinho-verdade! Afetividade!

    Pois bem, eu continuo acompanhando a "saga" de Raquel e cada vez mais torcendo por ela. A curiosidade vai aumentando, posto que, ela ainda passeia pela fase da juventude, amadurecendo-se com a vida e suas descobertas! Sei que a mulher está sendo forjada e minha ansiedade é por vê-la desabrochar... Vou aguardar. E torcer!

    Meu carinhoso abraço a você, Irene!

    ResponderExcluir
  16. Ergue-te e caminha.
    Enxuga as lágrimas e fita os céus.
    Deus que te sustentou até ontem, sustentará hoje e sempre.
    A sombra vale para destacar a luz.
    Se provações te feriram, esquece.
    Se desenganos te amargaram a existência, não esmoreças.
    Escuta a esperança, no silêncio da própria alma, a falar-te de futuro e de amor, de beleza e eternidade e transforma a bênção das horas em riqueza de trabalho.
    Olvida toda sombra, à procura de mais luz e perceberás que Deus está contigo, em teu próprio coração, a estender-te os braços abertos.

    Beijo grande e linda semana pra vc!

    ResponderExcluir
  17. Irene, que lindoooo! Como o amor jovem é romântico, cheio de metáforas e significados escondidos, esperando para serem descobertos! Torço tanto para que tudo fique bem entre os dois... Beijocas, Deia.

    ResponderExcluir
  18. Olá,amiguXa do meu coração:)
    Passando para deixar meu carinho♥
    e te desejar uma excelente semana
    beijoss fica com Deus!

    {♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ

    ResponderExcluir
  19. Ola Irene que legal que vc me achou e vc tem meme? se tiver me passe...Já sigo seus blogs...tem muita coisa bacana...adoreiii!
    Boa semana!
    bjos

    http://petalasdelis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá...
    Hoje convidamos você para fazer uma profunda reflexão em nosso blog. Ao ler o texto da nossa amiga Déia e responder a pergunta final: “E para você? Sua vida tem raros momentos de recomeço? Ou você aproveita as rupturas e entra, quando necessário, em uma nova estrada?”
    Esperamos a sua participação.
    Receba o nosso abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  21. Querida Irene!

    Parabéns!

    Realmente tens alma de escritora.
    É sempre com enorme prazer que te leio.
    Depois amiga, não sei como fazes para arranjar tanta energia e estar sempre em todo o lado.
    Quando for grande, quero ser como tu :)))

    Bjs.

    ResponderExcluir
  22. è tão bom ler teus textos!
    obrigada pelo carinho Irene,excelente semana,boas energias sempre!
    Mari

    ResponderExcluir
  23. Que momento mais lindo este. Parabéns. seu blog é muito lindo e especial...
    Está cada dia mais harmonioso e lindo. Um belo texto. Merecedor de aplausos.

    Desculpe um pouquinho da ausência. estou organizando tudo para pgar o visto no dia 21 de outubro. Nossa é muita correria. Na escola uma loucura. Mas venho deixar o meu abraço e uma linda senama cheia de sucesso.
    Fiquei muito feliz, com a sua vinda..Curiosa agradeçe assim, como os demais blogs.... Ando um pouco sem tempo. Mas logo tudo voltará ao normal. Um forte abraço, uma linda semana de paz, alegria e muito sucesso para vc.
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderExcluir
  24. Irene tem selinho pra voc~e lá no blog.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Parabéns,Irene! Mereceste o 1º lugar!Lindo!beijos e viste que eu nem apareço como participante? rss...cada d uma!!Vou ver se esqueci de colocar o link...Será? beijos,chica

    ResponderExcluir
  26. Olá, querida
    Esse encontros em que conhecemos a família do amado ficam para sempre em nosso coração... são inesquecíveis...
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  27. Bom dia,Irene!!

    Que lindo desenvolvimento!!!
    Ah!Mas meu coração ficou apertadinho, com a perspectiva de uma distância...
    Mas uma coisa de cada vez, e este momento foi sublime!!!
    Parabéns querida!!Mereceste o primeiro lugar!!
    beijos! Bom final de semana!

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails