terça-feira, 17 de agosto de 2010

"Uma data inesquecível..."


Existem momentos em nossas vidas que se eternizam e um dos mais sublimes é o momento de ser mãe. É uma data inesquecível e quando vai chegando a data de aniversário de seu filho , não importando quantos anos estará fazendo, vem a nossa lembrança, sem perder um detalhe, daquele dia tão celestial.

Passeando pela blogosfera parei no site da Marcia Fernandes e encontrei uma postagem que conseguiu expressar tão lindamente esse sentimento e transcrevo uma parte para que vejam como é tão gratificante ser mãe.

"Só quem é mãe sabe o que esse sentimento representa. Ser mãe é algo de Deus, sem explicação, algo intangível, um sentimento eterno e sem limites do mais puro amor que possa existir nesse mundo.


Ser mãe começa já na gravidez. Quando chega a notícia, sua vida já muda por completo de forma instantânea. De uma hora para outra, você passa a viver por dois, a pensar incessantemente naquele serzinho totalmente dependente que está dentro de você.


Ser mãe é ter registrado pra sempre na memória o momento do primeiro choro do bebê, o cheirinho dele, o toque, a vinda dele ao mundo, a emoção do nascimento.


Ser mãe é nunca esquecer o primeiro movimento do bebê dentro da barriga.


Ser mãe é ter um prazer indescritível em alimentá-lo, em sentir aquela pequena boca sugando seu leite.


Ser mãe é zelar pelo sono de seu filho, sem conseguir evitar que seu pensamento projete o futuro dele.


Ser mãe é passar noites em claro das cólicas às baladas. É repartir alegrias e sofrimentos, é tentar entender cada sorriso e cada lágrima sem deixar um minuto de sentir a angustia por uma doença ou a alegria com o primeiro gol na aula de futebol.


Ser mãe é acompanhar e ajudar no crescimento daqueles que queríamos que não crescessem nunca. É saber dar presentes e também deixar de castigo.


Ser mãe é se orgulhar e se apaixonar por cada peculiaridade de um filho, amando-o de maneira única e incondicional. É achar semelhanças entre você e o seu filho adotivo.


É querer proteger aquele “serzinho” sempre, mesmo depois de anos ensinando-o a se virar sozinho.


Ser mãe é ver de perto cada passo dado, é vibrar com as conquistas e saber incentivar depois de qualquer derrota, é partilhar sempre.


Ser mãe é não deixar de pensar nunca, é se preocupar em período integral, é olhar para um acidente sempre com o coração na mão, pensando que poderia ter sido seu filho.


Ser mãe é nunca entender e nem aceitar a dor da perda de um filho. É dar a vida por ele, mesmo querendo ser eterna para nunca deixá-lo só.


Ser mãe á amar quem ama o seu filho, é se apaixonar pelo pai dele como se fosse outro homem a cada cuidado que ele demonstra.


Ser mãe é não ter medo do ridículo, é se jogar de corpo e alma, é não se importar em se sujar ou em andar totalmente desalinhada.


Ser mãe é renascer, é ter mais de uma vida depois que se tem um filho.


Ser mãe é ter medo de tudo que é novo para seu filho. É não querer que outra pessoa o magoe, é ter sofrer com a sua primeira perda, é rezar até ele voltar a primeira vez que sai de casa.


Ser mãe é sentir prazer e alegria acima de qualquer tristeza, angustia ou aflição pelas quais passamos, é aguardar ansiosamente para sentir tudo isso de novo.


Enfim, ser mãe é ser muitas."

11 comentários:

  1. Lindíssimo e muito cheio de sensibilidade e verdades o texto.Teu filho está aniversariando?Parabéns antecipados.beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Mas bah, Irene.
    Lindo, vou visitar esse blog, duas frases me encantaram,mais do que as outras, "Ser mãe é passar noites em claro das cólicas às baladas. E, Ser mãe é ser muitas."
    Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, muito lindo, querida, obrigada por compartilhar conosco.
    Ainda não sou mãe, mas imagino que ser mãe é tudo isso e muito mais. Só quem é mãe sabe!
    Parabéns ao seu filho, beijos a vc.

    ResponderExcluir
  4. Amiable dispatch and this mail helped me alot in my college assignement. Thanks you as your information.

    ResponderExcluir
  5. Texto perfeito, Irene! A sensibilidade de entendimento e expressão do que é ser uma mãe de verdade passa pelo sentido de incompreensão de muita gente.

    Você conhece a campanha do Grupo Cria?

    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. O amor eterno é o amor impossível.
    Os amores possíveis começam a morrer
    no dia em que se concretizam.

    Eça de Queiroz

    Saudações Poéticas!! M@ria!

    ResponderExcluir
  7. Para o pai figur institucional, só o amor pode dar uma dimensão perceptiva doque vc fala. Para mulher mãe, um estado de graça.
    Parabéns para seu filho Irene.

    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Querida Irene!

    Ser mãe é ser muitas!!!!

    Lindíssimo post.

    Muitos parabéns para o filho aniversariante !!!

    Beijos, num dia lindo de sol...mas sem grande brilho no olhar.

    "Inesperadamente aquela recordação.
    Escondida fazia tanto tempo
    No canto da mente
    No esconderijo do coração"

    ResponderExcluir
  9. Oi, Irene.
    Achei esse texto maravilhoso, obrigada por compartilhar aqui no blog.

    Estava com saudade de visitar seu cantinho, vou aproveitar para ler as postagens anteriores.

    Um grande beijo para você e felicidades para seu filho!

    ResponderExcluir
  10. PARABÉNS PELO DOCE TEXTO. SER MÃE É RECEBER A GRAÇA DIVINA. LINDO, AMIGA.
    ESTAVA COM SAUDADES DE TI. MINHA VIDA ESTÁ MUITO CORRIDA AGORA. RETORNEI AO TRABALHO E TUDO FICOU MAIS DIFICIL.
    MAS SEMPRE QUE PUDER VIREI TE VISITAR.
    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  11. Querida Irene!

    Também o Sempre Jovens está hoje a comemorar algo muito especial!

    Queremos o teu abraço tão amigo e sempre doce.

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails