quinta-feira, 2 de setembro de 2010

"ADEUS HOD"


Pouco se tem a dizer quando um amigo virtual nos deixa e segue seu voo.
Hod mesmo nos deixou escrito " O que sou"
"Naturalmente simples!!!! Pedi para nascer, aliás exigi.Sei que vou transcender.
Enquanto isso não acontece, vou vivendo este intervalo chamado Vida."


O Olhar de Hod o Olhar de Carpe Diem
Fui buscar detalhes para entender tanta profundidade desta pessoa que sabia nos entender na  simples maneira de nos expressarmos. "Carpe Diem" quer dizer "colha o dia". Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente."

Engatinhando, aprendendo a usar as palavras em prosa e verso, postava timidamente alguns poemas e sempre um dos primeiros comentários era o dele sempre incentivador. Animada continuava a fazer minhas rimas e a última postagem que fiz que podem ver AQUI fiz meu primeiro poemix.  Quero simplesmente que leiam abaixo a janela de comentários  que printei e mostro a seguir.



Logo abaixo do seu comentário está o da Angela que acabara de  fazer um duplix com ele.
Como disse "Agora venho experimentando um prazer diferente. Uma sinergia bastante agradável. Construir Duplix, Letrix e Poetix."

Chego na blogosfera hoje à noite e vejo a janela de meus amigos mostrando vários títulos, Adeus HOD, e fico sem entender o que houve ... e assim vou caminhando, chorando até chegar aqui no meu cantinho e ler um comentário ou melhor um  "Comunicado"



Esse poetrix é para você HOD 

Hod nasceu
Transcedeu
Voa no céu

Adeus amigo e fica aqui a lembrança do seu olhar

13 comentários:

  1. Que isso Irene? Vim aqui e vejo essa notícia...não era amiga dele, creio que ele me escreveu pela primeira vez há uma semana atrás, mas é triste saber de uma coisa dessas, ainda mais que elo estou vendo ele era muito querido...triste mesmo, que ela tenha realmente transcendido, é o meu desejo sincero. bjs.

    ResponderExcluir
  2. Bonita e sensivel homenagem, com certeza ele gostaria.
    Sinto-me como no poema de Vinicius.
    De repente
    Fez-se do amigo próximo o distante
    Fez-se da vida uma aventura errante
    De repente, não mais que de repente.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Irene,
    Eu também não tinha relação com ele, já tinha visto alguns comentários em blogs amigos, e sempre me chamava a atenção a gaivota.
    Sinto por sua dor. Linda homenagem. O poetrix com as fotos, de Hod e M@myrene. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Querida Irene! Amiga linda!

    Não tive a honra de conhecer o seu amigo, o nosso amigo, porque a Blogosfera faz de nós todos amigos.

    Choro contigo a sua partida.
    Linda a tua homenagem!

    Beijos
    Ná - Na casa do Rau

    ResponderExcluir
  5. Voa no céu/faz versos por lá/sorri

    Fiquei, como tu, impressionada! Ontem pela manha estava comentando e algumas horas depois,nos deixa...beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Irene, com certeza é um vazio que fica, mas a certeza de que ele está em um lugar muito melhor é que dá força.
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  7. Irene,

    Deus é assim...imprevisível!
    Por isso é chamado de Deus!
    Compartilho de sua dor!
    Uma bela homenagem que com certeza ele já entendeu...

    Que Deus te ilumine!


    bjo

    ResponderExcluir
  8. Mas bah, Irene.
    Só podemos entender a morte na medida em que vivamos na Esperança...Esperança de um dia, desfrutar, todos juntos, a Paz junto de Deus.
    Um grande e fraternal abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Irene
    Hoje estamos todos enlutados mas na certeza de sua volta ao Pai com grande expectativa no Paraíso...
    Passou por aqui seu último tempo de vida terrena fazendo o Bem no meio de nós...
    Abraços fraternos com votos de paz interior.

    ResponderExcluir
  10. Oi querida... que linda homenagem, nossa vc me emocionou... ele delicadamente nos deixava comentários e contribuições assim delicados, carinhosos e incentivadores... triste...
    A morte realmente é uma coisa que me assusta, principalmente, essas assim de repente e sem chance de uma segunda chance... impressionante ver o comment dele horas antes de partir...
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o Hod e nem o seu blog, como já disse noutro lugar.
    Mas aqui fica meus versos em jeito de homenagem:

    Morrer é um verbo
    que faz explodir a diferença.
    Este verbo misterioso
    é um verbo activo.
    É um verbo polémico
    que corta a última amarra
    do passado,
    se apodera definitivamente
    do futuro
    e faz dele um caminho
    para a realidade.

    O Senhor já o acolheu nos seus braços.
    Bjs
    Graça

    ResponderExcluir
  12. Querida,
    O texto que postei ontem estava rascunhado há tempos. E foi mesmo muito chocante saber de uma perda assim. Não o conhecia mas fico pensando que poderia ser eu ou você...
    Carpe diem, querida, carpe diem...
    O amanhã pode não vir...
    Que o poeta encante o céu com suas palavras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Irene, para mim foi um choque, aínda há pouco estava a ler comentários sobre os Duplix com algumas amigas!
    Hod, que fiques bem no eterno descanso.
    O meu sentir e pesar por um blogger muito estimado de todos quantos o conheciam.

    Bj

    ResponderExcluir

Instagram

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails